jump to navigation

Feliz 2009!!!!!! dezembro 27, 2008

Posted by christietristao in Uncategorized.
2 comments

musica instrumental Fica aqui uma canção instrumental que compus para compartilhar com você.

Quero desejar a todos vocês um feliz 2009, e que sempre e sempre e sempre o Senhor seja único em sua vida. Deus abençoe você e sua casa. Que os projetos de Deus sejam cumpridos integralmente em sua vida. Mantenha os seus olhos em Jesus e continue firme combatendo o bom combate e vencendo a carreira!!!!!!!!!

Em Cristo.

Christie Tristão.

Anúncios

Cd único dezembro 21, 2008

Posted by christietristao in Uncategorized.
5 comments

Dispôs-se a dar sua vida dezembro 8, 2008

Posted by christietristao in Uncategorized.
5 comments

1145363311k31xog

Nestes últimos dois anos da minha vida tenho experimentado de uma forma maravilhosa o poder da palavra de Deus. Tenho tido a oportunidade de conhecer cada vez mais o caráter de Deus, sua essência e consequentemente quem eu sou e quem nós somos Nele. Nestes últimos dias estou lendo o livro de Filipenses e ontem no meu momento devocional eu fui muito impactada por um trecho do capítulo dois que diz o seguinte:

 

“Julguei, todavia, necessário mandar até vós a Epafrodito, por um lado meu irmão, cooperador e companheiro de lutas, e, por outro vosso mensageiro e vosso auxiliar nas minhas necessidades, visto que ele tinha saúde de todos vós e estava angustiado porque ouvistes que adoeceu. Com efeito, adoeceu mortalmente; Deus, porém, se compadeceu dele, e não somente dele, mas também de mim, para que eu não tivesse tristeza sobre tristeza. Por isso, tanto mais me apresso em mandá-lo, para que, vendo-o novamente, vos alegreis, e eu tenha menos tristeza. Recebei-o, pois, no Senhor com toda a alegria, e honrai sempre a homens como esse; visto que, por causa da obra de Cristo, chegou ele às portas da morte, e se dispôs a dar a própria vida, para suprir a vossa carência de socorro para comigo.” Filipenses 2:25-30.

 

EPAFRODITO = “gracioso”

 

Eu gostaria de ressaltar alguns atributos de Epafrodito que foram citados no texto acima:

  • Irmão;
  • Cooperador;
  • Companheiro de lutas;
  • Mensageiro (apóstolo);
  • Por causa da obra de Cristo chegou às portas da morte;
  • Dispôs-se a dar a própria vida por outros.

 

Às vezes nós nos atemos às grandes personalidades da palavra e nos esquecemos daqueles que não são muito citados na mesma. Mas através deste texto Deus me tocou muito em primeiro lugar sobre o relacionamento de Paulo e Epafrodito. O apóstolo Paulo teve uma contribuição muito grande desde os primórdios da igreja cristã para a expansão da mesma, e sem sombra de dúvidas foi um grande homem citado na palavra de Deus, porém, não podemos nos esquecer das pessoas que cooperaram com ele na obra de Deus. E em segundo lugar sobre o caráter e a postura de Epafrodito.

Ao ler este texto eu comecei a questionar até onde eu estou disposta a ir pela obra de Deus, e pelos outros?

 Aí está a essência do coração de um servo de Deus, pois a palavra de Deus nos ensina que como servos do Senhor e seus filhos devemos preferir uns aos outros em honra (Rm 12:10), a suportar-nos uns aos outros (Cl 3:13).

Eu gostaria de deixar este texto para você meditar um pouco, e quem sabe esta palavra pode mudar algo em sua vida, assim como mudou na minha.

Deus abençoe sua vida.                          Christie Tristão.

 

 

 

 

 

Trazendo a arca dezembro 5, 2008

Posted by christietristao in Uncategorized.
2 comments

1170031510i398no

Trazendo a arca
Intro:  O Antigo testamento representou a sombra do que haveria de se cumprir em Cristo. Tudo na palavra de Deus tem um significado e uma aplicação para a nossa vida. “A bíblia é uma mapa que nos conduzirá a um correto entendimento de toda a verdade que pode ser encontrada neste mundo” Rick Joyner

Houve uma passagem na história do povo de Israel onde a arca da aliança foi retirada pelos filisteus do meio do povo sendo trazida de volta no reinado do Rei Davi. A arca da Aliança simbolizava a presença e poder de Deus, sendo assim, quando a arca foi retirada do meio do povo de Deus, houve um período de ausência da presença de Deus.
“ICABODE –  e a glória se foi”.

 Quando Davi assumiu o reinado, ele resolveu trazer a arca da aliança de volta porque sabia da importância da presença de Deus em meio ao povo.  Para que isto acontecesse houve duas tentativas para trazer a arca, sendo que a primeira foi frustrada por não ter agido de acordo com Deus, porém na segunda tentativa, ele foi bem sucedido.
Texto base: 2 Sm 6
Texto complementar: 1 Cr 15

1ª tentativa –
• 2 Sm 6:3 – puseram a arca de Deus em um carro novo. (utilizaram a mesma maneira dos filisteus) 1 Sm 6:7-8;
• 2 Sm 6:5 – eles alegravam-se com música;
• 2 Sm 6: 6,7 – Os bois tropeçaram e Uzá estendeu a mão para segurar a arca, então veio a ira do Senhor sobre ele, por causa de sua irreverência, e ali ele morreu;
• 2 Sm 6:9 ; 1Cr 15 13b– temeu Davi ao Senhor e então perguntou: Como virá a mim a arca do Senhor?

Lições que podemos tirar deste texto:
1. O Senhor quer que façamos do “jeito Dele” e não a nossa maneira. Utilizar o carro nos fala de transferirmos a nossa responsabilidade para uma estrutura que não envolve o nosso esforço.
2. Havia ali música e aparentemente tudo estava correto, porém eles não estavam caminhando em obediência;
3. A atitude de Uzá foi o reflexo da familiaridade e não da intimidade. A arca permaneceu durante anos na casa de Uzá, e então provavelmente pela sua familiaridade com a arca ele se sentiu no direito de dar uma “ajuda”.
4. Depois de haver uma tentativa frustrada aos moldes do “homem” Davi então resolveu se voltar para o Senhor e perguntar qual era a Sua maneira para o transporte da Arca. Neste ponto iniciou a maneira correta do transporte da Arca.

2ª tentativa-

• 1Cr 15:14-15 – santificaram-se os sacerdotes e levitas, e trouxeram a arca aos ombros pelas varas segundo a palavra do Senhor.
• 1Cr 15:16 – foram designados cantores e instrumentistas para que levantassem a voz com alegria, ou seja, houve música de celebração ali;
• 2 Sm 6: 13 – a cada seis passos eles ofereciam sacrifícios a Deus;
• 2 Sm 14 – Davi dançava com todas as suas forças diante do Senhor; e estava cingido de uma estola sacerdotal;

Lições que podemos tirar deste texto:
1. Tudo se iniciou da maneira correta, por obediência ao Senhor.
2. Não foi de qualquer maneira que os sacerdotes e levitas realizaram o seu trabalho, mas houve toda uma preparação de santificação.  E desta mesma maneira não podemos nos apresentar ao Senhor de qualquer maneira e sim com mãos limpas e um coração puro. Hebreus 12:14 “Segui a paz com todos e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor;
3. Da mesma forma que aconteceu na primeira tentativa havia música. Porém os tocadores estavam preparados à maneira de Deus;
4. Seis é o número do homem, e o sacrifício tipificou ali a mortificação da carne. Romanos 8:13 “Porque, se viverdes segundo a carne, caminhais para a morte; mas, se, pelo Espírito, mortificardes os feitos do corpo, certamente, vivereis”; Romanos 12:1 “Rogo-vos, pois, irmãos, elas misericórdias de Deus que apresenteis os vossos corpos por sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional.”.
5. Davi assumiu ali sua posição de sacerdote diante do Senhor, e se envolveu com todas as suas forças.

Toda esta passagem tem algo muito precioso a nos ensinar. Precisamos entender que não é a respeito de um modelo de homens que a presença de Deus vai ser atraída quando nos reunimos diante do Senhor e sim a maneira de Deus. Quando nos reunimos diante do Senhor é necessário que assumamos a nossa posição de sacerdotes diante Dele e que haja uma vida de santidade, entrega e sacrifício. A adoração atrai a presença de Deus, e para isto, ela deve ser verdadeira, em Espírito e em verdade. Não simplesmente oferecer música para ele, mas rendição de coração. Nem tudo o que parece verdadeiro é. Somente se torna verdadeiro e genuíno o nosso culto ao Senhor quando o maior participante é Ele e que se cumpra a Sua vontade.
 Romanos 12:2 “E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.”.  Christie Tristão.